Errata #1

Dentre tantas idiossincrasias que um blog nos reserva, uma das que mais me agradam é ser surpreendido pela caixa de comentários. Não é algo que acontece sempre, mas fico feliz em poder dizer que isso está se tornando menos raro.

Uma das surpresas que mais me agradou foi a caixa de comentários do post que fiz sobre o twitter e todo o papo que o circundeia. Tenho que confessar que a caixa de comentários está mais interessante que o post em si (confira comigo no replay).

Outra surpresa que se faz necessário comentar, é a resposta que tive do Rafael R. ao criticá-lo por escrever “corintiano” de maneira incorreta em blog direcionado à nação corintiana. Achei bacana da parte dele responder se explicando do que todos nós, enquanto seres humanos, estamos fadados: o erro.

Mais do que bacana, foi útil para que se esclarecesse um certo quiprocó.

Seria interessante para uma compreensão completa do que estou falando a leitura do post e dos comentários. Aqui.

Uns dos adjetivos por mim utilzados ao referir-me aos seus textos, foram “maçantes e cansativos”, o que, é bem verdade, ninguém gostaria de recebê-los. Rafael também não gostou, é claro, e classificou-os como infundados.

Depois de alguns e-mails trocados, concordamos que a classificação por mim dada aos seus textos deve-se ao fato destes trazerem mais informações do que a mim me aprece. Tudo que eu quero ler no VST são resultados, novidades, quem entra e quem sai. Se algo traz informações por mim consideradas desnecessárias, isso se torna maçante e cansativo. Vale lembrar que este é um blog pessoal e tudo que aqui está, tão somente reflete a opinião deste que vos escreve.

Rafael (de desconhecido a Rafael), achou que seria interessante explicitar isso e para evitar que mentes fracas façam pré-conceitos de seus escritos, retifico:

Onde se lê “textos maçantes e cansativos”, leia-se “textos com mais informações do que gostaria”

Blogs são assim, um aprendizado a cada post, comentários que surpreendem, e erratas, quando necessário, como um cordial pedido de desculpas pelo mal entendido.

Advertisements

4 responses to “Errata #1

  1. Bacana, isso mostra seu carater. Certamente, na internet sempre vão existir mal-entendidos como esse que ocorreu. E explica-los sempre fará parte do contexto. Talvez uma hora eu consiga lhe aflorar um sentimento mais “corinthiano” que faça-o ler textos com um pouco mais que informações simples e você entenda um pouco mais do que é escrever com a paixão comandando os dedos no teclado. Questão de oportunidade, diria! E críticas, essas sempre serão bem vindas. Foi como eu disse, o argumento que vai sustenta-la é primordial, errar é humano e retratar-se é fundamental!
    Abraço!

  2. Aproveitando, seriam textos maÇantes, fica a dica… 😉

  3. Claro, claro, perfeitamente.
    Já corrigido.
    Mea culpa ignorância.

    Grato.

  4. Acho que uma questão fundamental e que deve se lembrar sempre é: blog é uma mídia pessoal (sim, eu afirmei que é MÍDIA [o comentário tbm é pessoal]) e como tal, cada um faz aquilo que dá na telha e ponto.
    Os leitores fiéis (de novo em minha exclusiva e pessoal opinião) acredito, só o são porque se interessam pelo que uma pessoa tem a dizer, muito diferente da relação que se tem com um jornal, no qual se espera um mínimo de imparcialidade, pesquisa, investigação.
    Pra não alongar desnecessáriamente o comentário e entrar em outras discussões, o resumo é: o blog é meu e eu faço o que quero e como quero!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s