Sobre o caso Paula Oliveira

É tão bonito ver os jornais se retratando com o público após dar um furo que, aparentemente, não existiu. Das coberturas que acompanhei, a única que vale o clique é a do Sérgio Leo que desde o início enfatizou a parcimoniosidade do ministro Celso Amorim em procurar, antes de afirmar qualquer coisa e fazer julgamentos, apurar os fatos. A mídia em geral não entendeu, o que não é de se surpreender, e quando não colocaram palavras na boca do Ministro, o acusaram de descaso. Agora ficam aí procurando culpados e colocando supostos onde outrora eram fatos.

A Folha é insistente e procura chifre na cabeça de cavalos, como diria meu tio. Hoje publicou, logo abaixo da matéria em que dizia que o passaporte da brasileira fora bloqueado pela Suiça, que a revista onde foi noticiado que a brasileira teria admitido que tudo foi armação, é de propriedade de um alto escalão do SVP. O jornal parte do princípio que a mídia suíça é tão imparcial quanto a nossa.

Não estou defendendo aqui a revista, ou o partido, muito menos acusando a brasileira. O que procuro destacar é,com tudo isso, o que se pode observar é que nossa imprensa ainda é imatura e inconsequente. Que procura fazer pré-julgamentos de supostos quando tudo o que deveria fazer é apurar os fatos. Pelo menos já estão se ‘desculpando’, quero acreditar que isso seja um avanço.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s